sábado, 20 de janeiro de 2018

Agora somos todas Harlequin


Leitoras e cabritaaaaas!!!!

A gente esperou o melhor, não aceitou menos do que merecia. 
E o melhor enfim chegou.
Trabalho duro, muito choro, muito grito de vitória, muito amor pelos meus homens de Stetson.

Até que uma editora maravilhosa entrou em contato com a minha agência literária, a DB Agência e Assessoria, com o interesse de publicar os nossos cowboys. 
Então, cabritas, vocês conseguiram. Apostando em cada livro digital que lancei, apertando o F5 em dia de lançamento (devo teclas a várias pessoas), me cobrindo de carinho, lealdade e amor. 

Seguuuuura Coração!!!

A editora que AMA cowboys abraçou os nossos 


E, com muito orgulho e FELICIDADE, anuncio que estamos na Harlequin.

sábado, 13 de janeiro de 2018

[LIVRO NOVO] A Intimidade do Amor




Giulia acordou num quarto de hospital sem memória. Tudo que sabe, naquele momento, é que tem 17 anos, é casada, está grávida e é considerada um “monstro irrecuperável”. E tais informações são dadas por quem ela pensa ser o seu pai. Mas, na verdade, é o seu marido.

Daniel Heidemann, o marido em questão, é um fazendeiro de poucas palavras. Aos 41 anos, ele é um dos solteiros mais cobiçados de Sacramento. Um homem arredio, fechado, que guarda para si o dano emocional de uma infância de abandono. Vive para a sua fazenda e também para salvar a pele de Giulia, a neta do casal que o adotou aos cinco anos de idade.

Giulia não quer voltar para a fazenda com aquele que se diz “seu marido”. Não aceita a imagem de mau caráter que ele insiste em lhe atribuir. Não entende a razão de ele se sentir obrigado a continuar vivendo um casamento que parece uma farsa. E teme que a incapacidade de odiá-lo signifique simplesmente que o ama. Mas ela não lembra desse amor nem da intimidade dos anos vividos ao lado de Daniel, uma vida inteira. 

E quando um dos cavalos da fazenda foge, Giulia e Daniel se embrenham na mata para capturá-lo. Uma aventura que colocará em xeque os alicerces de um relacionamento construído através de perdas, rejeição, abandono e muita fome. 

Fome de amor.

COMPRA OU ALUGA AQUI

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

[LIVRO NOVO] Amargo Amor


Marcela Esteves é uma autora de telenovelas com bloqueio criativo, que reencontra o seu primeiro amor e inspiração para o seu personagem cowboy amargo e vingativo. Mas ele não é mais quem ela imagina. Frank Arturo se tornou um fazendeiro bem-sucedido, dono de uma frota de aviões, e uma virilidade que beira à devassidão. Agora, com o acréscimo de sua fama de mulherengo.
Ele é o irmão mais velho do seu melhor amigo e empresário, Leandro, que volta a Sacramento para casar. O que faz Marcela recordar o seu passado. Aos 13 anos, apaixonou-se por Frank, que a tratava à base de coice e deboche. Foi ela quem o viu ser abandonado pela noiva pouco antes de se casar.
Como hóspede de sua fazenda, a Coração de Pedra, Marcela teme que o cerco sexual de Frank ao seu redor reacenda nela o amor que sempre sentiu por ele. Ainda mais quando o vê à beira de uma estafa por excesso de trabalho.
Os jogos de sedução começam. As brigas e as provocações se intensificam. A atração pelo cowboy bruto e dominador a enlouquece ao ponto de não aceitar apenas sexo de quem ela quer para sempre. Mas Frank não está disposto a ser abandonado uma segunda vez quando ela retornar ao seu trabalho na Flórida e se recusa a entregar o seu coração.
Uma negativa que a faz suspeitar de que ele ainda seja apaixonado pela antiga noiva. E que Alana também voltará para reconquistar o milionário fazendeiro.


 COLEÇÃO COWBOYS DE SACRAMENTO

Mais um fazendeiro bruto, quente, dominador e ciumento para alegrar e aquecer a mulherada!

Livro único, independente. 
Pode ser lido fora de ordem.


COMPRA OU ALUGA AQUI






domingo, 20 de agosto de 2017

[TRECHO] O Amor do Fazendeiro



** Lançamento **

== ROMANCE BEST SELLER DA AMAZON ==

Assim é Rafael e Manuela 😊

—Farei o possível para mentir com naturalidade. — disse, tentando sorrir.
— Acho que será fácil, você tem cara de anjo que esconde uma navalha detrás das costas. — comentou Rafael, com ar provocador, apenas o canto dos seus olhos sorriam.
— Talvez eu tenha mesmo uma navalha. — aceitou a provocação, sorrindo inclusive.
O que o levou a ampliar o seu sorriso, e Manuela notou então o quanto o fazendeiro era bonito sorrindo. As linhas em torno das pálpebras se acentuavam, a boca sensual se abria exibindo dentes brancos e perfeitos.
— Sorte minha que dormiremos em quartos separados. — disse ele, num tom de voz quente.
— Mas eu posso atacá-lo durante o jantar. — rebateu, com falsa inocência.
Viu o brilho da malícia no azul dos olhos dele.
— A gatinha, por acaso, está desafiando o leão?
Ela quase caiu para trás com a pergunta feita num tom de brincadeira. Era possível que ele fosse um ser humano normal com senso de humor.
— Sou uma gatinha com uma navalha, não se esqueça disso, senhor leão. — brincou junto, sorrindo para ele.
Rafael foi até ela e, com dois dedos debaixo do seu queixo, ergueu-lhe o rosto, falando numa voz baixa e macia:
— Costumo devorar gatinhas com navalhas no café da manhã.


Compra ou aluga aqui >>> https://goo.gl/M6rpgr